Dubai, um destino turístico para a alta sociedade

Categorias Arquitetura, Viagem

Dubai é sem dúvida o maior e mais luxuoso emirado do mundo. Se localiza nos Emirados Árabes Unidos e se caracteriza pela maior cidade do país.

Você sabe como nasceu a Dubai que conhecemos hoje? Bem, a cidade era atrasada, não muito grande na época, até que nos anos 60, descobriram a “pérola” que transformaria Dubai no que é hoje: o Petróleo.

Apesar de ter feito milagres na cidade, o mesmo é finito, sendo assim, acabaria em algum dia. Por isso, as pessoas começaram a se questionar o que faria com que Dubai continuasse sendo atraente e lotada de pessoas. Foi aí que começaram a criar os grandes e imponentes prédios que conhecemos.

Para começar a se tornar um luxuoso e paradisíaco lugar para os ricos turistas, chefes ricos resolvem construir o melhor, maior e mais luxuoso hotel do mundo: Burj Al Arab.12

Reputação de 7 estrelas, 1 bilhão de reais gastos em sua criação, ele ficou mundialmente conhecido após seu formato icônico de uma vela. Construído à 270m da costa, foi necessário criar uma ilha própria para ele, por isso, no início de 1995 começaram a colocar as primeiras pedras e cargas de terra. Assim que a ilha estava pronta, os arquitetos e engenheiros precisavam criar grandes fundações para aguentar caso houvesse um terremoto. Mesmo com grandes fundações, o hotel precisava resistir a ventos muito fortes, surgindo a camada de fora, denominada exoesqueleto que “abraçaria” o enorme prédio. Contudo, o edifício tinha apenas 2 anos para estar concluído e faltava toda a parte interior: detalhes de ouro, por exemplo. E para criar isso, seria necessário que as temperaturas fossem mais amenas, já que o calor de Dubai não iria permitir. Por isso, construíram uma “câmara” que vedava o prédio para que os caminhões pudessem entrar e sair sem modificar a temperatura do interior. Apesar de todos os desafios do Burj Al Arab, o mesmo é concluído em Dezembro de 1999, um mês antes do prazo, o novo milênio.

O interior é incrível, suas suítes são um luxo e sem dúvida as mais caras, podendo chegar a impressionantes US$28.000 a diária e a mais barata custa em torno de R$3500,00 a diária.

123

Ilhas Palmeiras:

Em agosto de 2001, a maior até então ilha artificial estava em construção. palm-jumeirah

Apesar de começarem, com o atentado de 11 de setembro, o turismo por ali foi completamente atingido, diminuindo consideravelmente e possibilitando o fim da construção da ilha. Todavia os criadores resolveram continuar a construção. Foi necessário um grande número de areia para criá-la, e você deve estar imaginando que não seria problema para Dubai que se localiza bem em um deserto. Contudo, a areia que eles tinham não era a adequada para a criação e os mesmos acabaram encontrando há uns 4km de onde seria construída a ilha. Além da palmeira, foi necessário criar uma estrutura denominada quebra-mar para que caso houvessem terremotos a ilha não fosse inundada. Para isso, os empreiteiros necessitaram de milhões de rochas, e a sorte era que eles tinham não muito longe do local de construção. O quebra-mar precisava ser 3 metros mais alto que o nível do mar.

Nakheel publicity photos. The Palm Jumeriah, Dubai, United Arab Emirates

Com a ilha praticamente construída, notaram que a água não circulava direito por entre as folhas da palmeira, aumentando a proliferação de algas, então os arquitetos e engenheiros pensaram em criar duas aberturas pequenas no quebra-mar, possibilitando a circulação de água por tudo diariamente, como deveria ocorrer. Foi inaugurada no final de 2006, contendo várias lojas, apartamentos, mansões e entretenimentos.

Burj Khalifa:

O prédio mais alto do mundo. Foi isso que a imobiliária Emaar de Dubai pediu aos arquitetos e engenheiros.Burj-Khalifa.rend.tccom.966.544

 A sua construção começou em Janeiro de 2004, mesmo sem o projeto estar totalmente concluído, já que para eles, tempo é dinheiro. O Burj foi construído com concreto armado, usando uma forma deslizante para agilizar o processo.  No início, ele teria 520 metros, que passaria do antigo prédio mais alto, o Taipei 101, com 509 metros de altura. Apesar de tudo, como a base era muito resistente, os arquitetos perceberam que poderiam aumentar ainda mais a altura. A cada fase de construção, eles iam aumentando até chegar no que é hoje, 828 metros de altura.21008_Architect_Explore_720

Conforme os edifícios vão ficando mais altos, o vento se torna um elemento perigoso, podendo acontecer um fenômeno chamado desprendimento de vórtice, o mesmo faz com que o prédio se mova para os lados, por isso, ele foi modificado diversas vezes arredondando as laterais até que esse fenômeno não causasse problemas. Foram instalados 5 grandes geradores para que não houvesse falta de energia. As janelas são modificadas para torná-lo habitável, já que as temperaturas chegam a 49°C. No final de toda a construção, faltava apenas a inserção de um pináculo, algo como uma antena para torná-lo mais alto.  Finalmente o Burj Khalifa é inaugurado em Janeiro de 2010, tornando então, o edifício mais alto da humanidade.

Passeio de balão para ver o deserto de Dubai

Viajar para Dubai e não conhecer o deserto é imperdoável! Mas já pensou em visualizar essa paisagem de um balão?

1_445_247

O melhor horário para o passeio é pela manhã, para ver o pôr do sol. A empresa, Balloon Adventures, uma das mais experientes e especializadas do mundo, busca os interessados nos hotéis bem cedinho, umas 4 ou 5 horas da manhã e partem para o coração do deserto.

flying-high-in-dubai-photo_10991809-fit468x296

O voo acontece em cima de uma reserva ecológica, onde pode-se ver camelos e outros animais típicos da região. A duração do voo é de aproximadamente uma hora e partem normalmente dois balões quem levam 24 pessoas cada.

Os passeios acontecem só entre 20 de setembro e 31 de maio de cada ano e custa US$ 300 por pessoa. US$ 265 para crianças (entre 5 a 12 anos).

Atlantis the Palm

O maior resort da cidade e hotel 5 estrelas de luxo.

atlantis-the-palm

Situado em Palm Jumeirah, ilha artificial em formato de palmeira, inaugurado em setembro de 2008. Foram gastos em sua construção U$$1,5 bilhões. O Atlantis foi criado a partir do Atlantis Paradise Island em Nassau, Bahamas e seu tamanho se estende por 46 hectares, sendo que 17 hectares são de parque aquático. Possui 20 restaurantes das mais variadas gastronomias mundiais, SPA com acadêmia, quadras esportivas, lojas e 1500 suítes, algumas são subaquáticas com 165m², onde é possível desfrutar de uma vista da cidade perdida de Atlantis, suas antigas ruínas místicas e habitantes marinhos.

Underwater-Suite-at-Atlantis-The-Palm-on-Google-Street-View

No Aquário The Lost Chambers com 65.000 animais marinhos, você pode aprender a nadar e mergulhar com tubarões, se tiver coragem  e curtir o contato direto com golfinhos. O Parque Aquático Aquaventure é pura adrenalina e diversão com escorregadores e toboáguas radicais, além de 700m de praia privativa. As diárias custam a partir de R$ 1.200,00. Mas não é necessário  hospedar-se no hotel para aproveitá-lo podendo fazer uma reserva em algum restaurante, visitando o Parque Aquático e Aquário.

hyhuh

 

Gabriel Delpino

Olá! Me chamo Gabriel e tenho 18 anos. Gosto de decoração, tecnologia e de frases inspiradoras! Crio posts no intuito de compartilhar as minhas experiências e aprender lendo os textos alheios. Espero que gostem do que eu andei escrevendo por aqui. #dicadouniverso


2 ideias sobre “Dubai, um destino turístico para a alta sociedade

Deixe uma resposta