Conheça um pouco sobre automação residencial

Categorias Arquitetura, Sem categoria, Tecnologia

Olá Universo!

Com a “reforma” do meu quarto, me senti aberto a novas tecnologias e conceitos em Arquitetura para assim decorá-lo e deixá-lo a minha cara. Com isso, comecei a me lembrar da automação residencial que eu presenciei com o apartamento21 by Santa Arquitetura, onde lá todas as luzes são controladas por um dispositivo móvel ou até mesmo um iPod que eles colocaram na entrada do apê. Vendo isso, eu resolvi pesquisar mais a fundo pra saber sobre preços, tipos e se realmente valia a pena. Vamos descobrir?!

Apple HomeKit e Home App

Digamos que foi isso que eu me apaixonei e na hora já fui pesquisar. A Apple lançou junto com o iOS 10 um app onde você controla tudo na sua casa, mas é claro, você precisa ter os equipamentos necessários e com o selo HomeKit, o que já deixa tudo muito caro e praticamente indisponíveis no Brasil. Aqui está um vídeo de como isso funcionaria na prática. Descobri que nos EUA já existem condomínios vendendo casas totalmente inteligentes, ou seja, você pode estar no trabalho mas programar pra que sua casa esteja em 22ºC quando você chegar, também daria pra você deixar o café quentinho e diversas outras maravilhas que os loucos por tecnologia, assim como eu, amam.

Como isso funciona?!

Simples! Esses equipamentos conectados à sua rede elétrica têm conexão Wifi ou Bluetooth com o seu celular, assim, você programa quando a energia vai passar e ligar o que você desejou. Os mais simples e baratos são os interruptores de luzes e as tomadas. Neles, você só tem o controle da luminosidade e escolher se o objeto conectado naquela tomada irá ligar ou não, o que nem é tão mágico assim. Agora, se você quer subir um nível e gastar mais dinheiro, pode optar ou ar condicionados onde você regula a temperatura, fornos, microondas, geladeiras, cortinas, trava das portas, portões, e por aí vai…

Ok, então eu preciso achar o selo HomeKit no produto que é só instalar e vai funcionar? E tem outra maneira?

Não é tão simples, você vai precisar de uma central da casa, que pode ser um iPad, uma Apple TV ou qualquer outro sistema da Apple, para o caso do HomeKit. Além disso, em casos como as lâmpadas Hue da Phillips, você vai precisar de uma central (vendida separadamente) apenas para cuidar das luzes.

Existem diversas outras maneiras, até mais baratas, de você automatizar a sua casa, sem precisar do selo HomeKit. Quer saber como?

No caso do Apartamento Vinte1, eles contrataram uma empresa especializada apenas para cuidar disso. Sim, não é muito barato, mas provavelmente será mais barato do que sair por aí procurando coisa por coisa com o selo HomeKit. Falando nisso, saibam que existem diversos outros produtos e seus respectivos apps que você pode comprar, instalar na fiação elétrica e aproveitar. É só dar uma garimpada na web que você acha facinho!

O Brasil facilita?

Infelizmente não. Aqui os produtos são muitos caros e as empresas ainda não tem preços atrativos para a instalação em massa nas nossas cidades, o jeito é colocar em pauta se isso realmente vai diferenciar a sua casa, ou é apenas mais uma facilidade nos nossos lares, mas que podemos muito bem viver sem.


Esperamos que você tenha gostado do post, não deixe de nos seguir nas nossas redes sociais pra não perder nenhuma novidade. Ah! Deixe um comentário aqui falando o que achou e se pretende investir na sua casa. Até logo!

Instagram: @universodeinspiracao e @gabriel_universo

Facebook: @universodeinspiracao

Pinterest: @deinspiraçao

Gabriel Delpino
Olá! Me chamo Gabriel e tenho 18 anos. Gosto de decoração, tecnologia e de frases inspiradoras! Crio posts no intuito de compartilhar as minhas experiências e aprender lendo os textos alheios. Espero que gostem do que eu andei escrevendo por aqui. #dicadouniverso

Deixe uma resposta